26 de fevereiro de 2010

"Atleticano"

ATLETICANO


Na vida há coisas mensuráveis,
Outras inexplicáveis.
Umas, ao alcance da mão,
Outras, apenas do coração.

Estas, são únicas e raras
E por isto são caras.
Mas não se atribui um valor,
Pois são algo do amor.

A força, a fé e a esperança,
De um hino, que se aprende em criança.
O preto e branco são as cores,
Às outras, nunca serão melhores.

Isto é coisa de sentimento,
Aos outros não cabe julgamento.
Somente sendo um para crer
E isso nos faz viver.

A paixão é a realidade.
O amor, a nossa verdade.
Atleticano nasce Atleticano.
Somente Deus é soberano.

17/12/05

Um comentário:

  1. Excelente essa poesia... Como Palmeirense fanático que sou, compartilho dessa paixão clubística. Minhas cores são diferentes, mas o sentimento é parecidíssimo. É impossível explicar isso para quem não gosta de futebol... você, com sua poesia, chegou perto.

    Abraços,

    Bruno - www.digitopolis.com.br

    ResponderExcluir