16 de agosto de 2010

"Camisa do Galo"

CAMISA DO GALO

Dizem que todos temos direito,
De fazer um último pedido,
Fica aqui o desse sujeito,
Na certeza de que serei atendido.

O time, às vezes, não fazia por merecer,
Mas o amor é pela instituição.
Somente sendo um pra crer.
É que a força vem do coração.

Por vezes um sofrimento,
Na maioria garra e emoção.
Buscamos a explodir em sentimento,
A alegria de primeiro campeão.

Assim, como em final de campeonato,
Quando estiver deixando essa vida,
Com a vibração de Mineirão cheio e sensato.
Em minha última e decisiva partida.

Esta certeza eu tenho e não me engano.
Agora lhes escrevo e vos falo.
Nasci e morro Atleticano.
Enterre-me com a tradicional camisa do Galo.


Antônio de Pádua Elias de Sousa
16/08/10
Formiga – MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário