13 de dezembro de 2016

"O Tempo"

O Tempo

Tempo, uma unidade de medida,
também do clima, a classificação,
marcando o ciclo da linha da vida,
e a temperatura por definição,

É a duração do acontecimento,
num processo contínuo e indefinido,
a representação de algum momento
e a realização do fato contido.

Único bem distribuído por excelência,
igualmente a todos para utilização,
tendo a sabedoria em sua essência,
no silêncio da paz em oração.

Não é maior, nem menor,
é simplesmente exato.
Portanto faça o uso melhor,
na apreciação do seu ato.


Ele pode ser seu juiz,
mas também conselheiro,
logo, busque ser feliz,
fazendo-o bom companheiro.


Assim, não o desperdice jamais,
tenha por ele muito respeito,
pois esse não volta atrás,
e o que foi ou será, está feito.


Antônio de Pádua Elias de Sousa
Formiga-MG

21/05/16

3 de dezembro de 2016

"Chapecoense"

CHAPECOENSE

180 minutos, o tempo restante para o grande feito,
de serem os novos campeões,
mas mostram ao mundo, um outro jeito,
de como unir as nações.

Quis o destino, que tivessem a meta interrompida
e assim nos deixaram um legado,
pois, num último voo, perderam a vida,
ficando o mundo inteiro abraçado.

Ensinaram-nos que somos apenas rivais,
que podemos conviver em harmonia,
pois inimigos devemos ser jamais
e converteram os estádios à esta sintonia.

No sofrimento, mostram-nos como se faz,
colocando os torcedores lado a lado
e o futebol enfim encontrou a paz,
nas bandeiras brancas o seu recado.

Sou Mineiro e Atleticano,
então eles nos mostraram como se vence..
Na fé, na esperança e no amor ao ser humano,
somos todos Chapecoense.

 
03/12/16
Antônio de Pádua Elias de Sousa

Formiga-MG

18 de novembro de 2016

"Apocalipse"

Prezados internautas,


Para quem gosta da leitura Bíblica, segue abaixo o link para acesso a Série do Livro do Apocalipse em poemas:


http://poemasparaevangelizar.blogspot.com.br/


Boa leitura...


Aleluia...    


Amém...



10 de novembro de 2016

"Eu"

Eu


Poderia ser Eufrásio,
Euleotério, Euzébio,
Ou ainda, Eugênio,
Mas sou simplesmente, “eu”.

Eu me alegro e sorrio.
Eu entristeço e choro.
Eu, no sofrimento, canto,
E seus efeitos espanto.

Eu escrevo e leio.
Eu trabalho e divirto.
Eu, na minha gande fé, rezo
E pelos meus eu prezo.

Eu, agrado e magoo.
Eu reconheço e me desculpo.
Eu, ainda, não setenta,
Mas sete vezes perdoo.

Eu acerto.
Eu erro.
Eu, não sou perfeito,
Mas, me acho um bom sujeito.

Eu acredito e aconteço.
Eu, na oportunidade, apareço.
Eu não preciso de ter,
Eu, mais valorizo o ser!

Eu vim.
Eu vou.
Eu sei.
Eu sou.

Eu amo.
Eu, não odeio.
Eu agora confesso.
Sou, diariamente, progresso.

Eu, vivo e faço a história.
Eu morro e fica a memória.
A família é o maior patrimônio.
“Eu”, me chamo Antônio.


Antônio de Pádua Elias de Sousa      
07/02/11
Brazzaville - África
                                                                                                                                                                     

7 de novembro de 2016

"Legado"

Legado

Aprendi na minha fé,
que esta sem obras é morta,
portanto, compartilhar é o que é.
como o pastor que suas ovelhas exorta.

Assim se faz um legado,
vivas bem o quanto puder,
feliz, alegre e apaixonado,
com aqueles que lhe vier.

Mas um dia terás de partir,
esta é a única certeza,
lhe cabe a opção de compartir,
tornando então um gesto de nobreza.

Encoraja sua família a doação,
disponibilizando seus órgãos e tecidos,
ofertando vida a mais de um irmão,
ficando todos agradecidos.

Exemplo nos deixou um rei,
doou seu corpo e se sangue,
desta forma também avirei,
acreditando que você consegue.

Deus confortará seus entes na dor,
eles terão nova família por agregado,
formada na união do amor,
e você em grande legado.

                                             
 22/03/2016

 Antônio de Pádua Elias de Sousa

15 de agosto de 2016

"Participação em concursos literários 2014/2016

Fud. Cul, Ituiutaba
Ituiutaba
MG
jul/14
set-14
Entrevista
28º Salão Psiu Poético
Montes Claros
MG
jul/14
set-14
Poetizar
I Com. Int. Casa Espanha
Rio de Janeiro
RJ
out/14
nov-14
Aguando as Letras
Museo de La Palavra
Madri
Esp.
ago/14
nov-14
La Palavra
Museo de La Palavra
Madri
Esp.
ago/14
nov-14
Mandela
33º Uniso
Sorocaba
SP
out/14
out-14
O Craque do Futebol
33º Uniso
Sorocaba
SP
out/14
out-14
O Cowboy e as estudantes
33º Uniso
Sorocaba
SP
out/14
out-14
O menino e mendigo
1º Prêmio Miró
Florianópolis
SC
out/14
out-14
Entrevista
XII Com-EPC. Taveira Junior
Porto Alegre
RS
out/14
out-14
No Silêncio do chimarrão
Acad. Alquimia das Letras


out/14
out-14
O monstro debaixo...






3º Com. Big Time Editora
São Paulo
SP
fev/15
ago-15
Cartas Menino Moço
IV conc. Cuentos
Peru
Peru
01/jan
mar-15
Entrevista
Barco a Vapor
São Paulo
SP
jan/15
mar-15
História de Chiquinho Modesto
Ser ou não sei
Ser ou não sei

jan/15
fev-15
Mistérios
9º Conc. Nacional de Contos
Acad. Mineira Letras
MG
abr/15
mai-15
Ditados
2º Concurso diário litoral
Diário Litoral
SP
mai/15
jul-15
De amantes
9° CLIPP
Presid. Prudente
SP
mai/15
jul-15
De amantes
9° CLIPP
Presid. Prudente
SP
mai/15
jul-15
Entrevista
9° CLIPP
Presid. Prudente
SP
mai/15
jul-15
Mistérios
XIII Concurco Poesias
Piracicaba
SP
mai/15
jul-15
Triste poesia
XIII Concurco Poesias
Piracicaba
SP
mai/15
jul-15
Lua
XVI Concurso Poesias
AgostinhoGomes
SP
mai/15
set-15
Silhueta
XVI Concurso Poesias
AgostinhoGomes
SP
mai/15
set-15
A arte de envelhecer
10º Concurso Poesias
Isabel
SP
jun/15
jul-15
Poetiza - Mini
Conc. Lit. Jubileu ouro TEM
Mogi das Cruses
SP
jun/15
set-15
A arte de escrever
Unigranrio
Caxias do Sul
RG
jun/15
jun-15
Entrevista
Unigranrio
Caxias do Sul
RG
jun/15
jun-15
No silêncio do chimarrão
Ufes
Espírito Santo
ES
jul/15
out-15
História de Chiquinho Modesto
Canal6 - Editora
Bauru
SP
set/15
set-15
Do berço ao zoológico
Editora
São Paulo
SP
nov/15
nov-15
Natal de Jesus






Barco a Vapor
São Paulo
SP
jan/16
jul-16
Renascer
XIV Concurso Fritz
Fritz Teixeira
MG
jan/16
abr-16
Teus olhos
XIV Concurso Fritz
Fritz Teixeira
MG
jan/16
abr-16
O amor
Sesc -
São Paulo
SP
jan/16
fev-16
Cartas de um Menino Moço
UCCLA -
Lisboa
Port
mar/16
jul-16
Nada pra fazer
Prêmio Leya
Alfragide
Port
mar/16
jul-16
O Espelho
Pague Menos
Fortaleza
Ce
mar/16
jul-16
Quem acredita cresce
Conc. Int. Vicente Cardoso
Santa Rosa
RS
fev/16
abr-16
O craque futebol
Sec. Mun. Araçatuba
Araçatuba
SP
abr/16
set-16
O menino e o mendigo
Vidiqueira
Portugal
PT
fev/16
mar-16
A arte de escrever
Vidiqueira
Portugal
PT
fev/16
mar-16
Lágfrima de poeta
Editora Fragmentos
São Paulo
SP
fev/16
abr-16
Do berço ao Zoo
Edira Ar Publisher-VIP
São Paulo
SP
abr/16
mai-16
O craque do futebol
Edira Ar Publisher-VIP
São Paulo
SP
abr/16
mai-16
Lágfrima de poeta
Prêmio Vivaleitura
MEC
DF
mar/16
jun-16
Descobrindo talentos
Prêmio ALSJBV
São João Boa Vista
SP
mar/16
mai-16
Segredo
Afeigraf
São Paulo
SP
mar/16
ago-16
2x1 Coleteânea e Vtnc
II Concurso Maria Mariá
Maringa
PR
mar/16
abr-16
Aguando as letras
5ª janela de dramaturgia
Belo Horizonte
MG
abr/16
jun-16
Do berço ao Zoo
Prêmio Ma. José Maldonado
Volta Redonda
RJ
abr/16
jun-16
Poema da vida real
I Conc. ALAP
Paranavaí
PR
mar/16
set-16
Legado
10° CLIPP
Presid. Prudente
SP
abr/16
ago-16
A Palavra
10° CLIPP
Presid. Prudente
SP
abr/16
ago-16
Lágrima de poeta
Ed. Madreperola - Telapunk
Londrina
PR
abr/16
mai-16
O bêbado e o Delegado
Olaria das Letras
Blog

ago/16
set-16
O mundo precisa de paz
Alem da fogueira
Blog
DF
mar/16
jun-16
Senhores do poder
Camara Oliv.Azemeis
Portugal
PT
mar/16
jun-16
Poetizar
Ed. Kazuá 2016
 São Paulo

mai/16
dez-16
Hisrtórias de Chiquinho Modesto
Nidil
Ceará
ce
mai/16
jun-16
Tirando a venda
Agostinho Gomes
Oliveira Azemíes
PT
abr/16
mai-16
Alegria por ter amada
9 Prêmio Escriba de Contos
Piracicaba
SP
mai/16
set-16
O galo motoqueiro
9 Prêmio Escriba de Contos
Piracicaba
SP
mai/16
set-16
Invasão no quartel
Pão e Poesia
Blumenau
SC
mai/16
jul-16
Minha Horta
Pão e Poesia
Blumenau
SC
mai/16
jul-16
Triste poesia
Pão e Poesia
Blumenau
SC
mai/16
jul-16
Poetizar
Casarão
São Paulo
SP
jun/16
jun-16
O montro debaixo da cama
Semicol
Limeira
SP
jun/16
ago-16
Triste poesia
5º prêmio Sergio Farina
São Leopoldo
RS
jul/16
ago-16
O despertar da leitura
29º Fepoc
Cerquilho
SP
ago/16
set-16
O Tempo
51º Femup
Paranavai
PR
ago/16
nov-16
Triste poesia
1º com Trovas
Cabral Filho
Rj
ago/16
set-16
Silhueta